O Legado de O Iluminado

20 de fevereiro de 2017

o legado de o iluminado e todas suas referências e homenagens
Reprodução: Google.
Jack Torrance is my spirit animal.

✘ LEIAM O POST TODO ANTES DE COMENTAR. COMENTÁRIOS SEM NEXO SERÃO EXCLUÍDOS E O DONO LEVA BLOCK.  

Olár humanos esquecidos nesse inferno conhecido com Terra, como vai a breve vida de vocês? Deixa eu perguntar uma parada: quem aqui acompanha a série bafônica, como diria a Band, Uma História de Horror Americana? Eu assisto desde o piloto de Murder House, que na verdade nem era definido a season com Murder House ainda, e para vocês terem uma ideia ninguém sabia se seria renovada até. Anyway, tô fazendo maratona pela milésima vez porque pretendo editar uma postagem para vocês, e claro, estou aqui degustando a quinta season de American Horror Story, Hotel, que me deixou deliciosamente confortável em falar sobre um filme que muitos amam e muitos odeiam. Alguns até nunca assistiram: O ILUMINADO. Isso mesmo, o famoso "Hereee's Johnny!" e como eu já havia liberado esse post aqui só que removi porque muita gente veio bostejar nos comentários, resolvi tomar coragem e subir ele novamente porque né, o blog é meu e eu faço a porra toda o que quiser com ele #pas.
Mas por que logo com Hotel, a temporada que metade do fandom encheu o saco reclamando? Bom, quando amamos um seriado dificilmente largamos ele, — a não ser que seja The Vampire Diaries, porque essa eu larguei e não quero ouvir falar nunca mais na minha vida, que decepção de temporadas desde que a Elesma Gilbert virou vampira e os produtores só enfiaram Delena na goela, sim, Stelena sempre — e não largo AHS por nada. Digo procês que o Hotel Cortez em si me deixou fascinada. Agradeço as aparições da Lady Gaga nas cenas porque até eu, que não escuto absolutamente NADA do mundo pop, sou apaixonada por essa mulher e ela como Condessa é de cair o cu da bunda queixo. E não tem como não associar o Cortez ao Overlook, ouceje, um The Shining divido em vários episódios. E American Horror Story não é só Violet e Tate.

Danny e as gêmeas Grady.

Se tem uma coisa que amo fora cidades, hospitais e cruzeiros fantasmas, são lugares que guardam o rancor e o ódio dentro de suas paredes e para meu deleite o cinema está cheio de filmes assim. Fazendo um breve resumo sobre a obra, foi criada pelo querido Stephen King — o cara manja — que além do Hotel Overlook, temos o 1408, mas esse eu deixo para outro dia. Então esperar uma coisa mal feita é impossível, até quem não lê muito King, quando pega uma obra dele em mãos, sabe que vai valer a pena ler o conteúdo.
O Iluminado, agora dirigido por ninguém menos que Stanley Kubrick, seria o que eu chamo, erroneamente, de o "pai" dos filmes que envolvem hotéis e cenas de crime, porque tudo o que vi até agora, de um jeito ou de outro, me lembrava o longa. No qual conta história de um homem que possui um histórico anterior de violência mas que se muda com sua mulher e filho para um hotel onde ele trabalharia durante o inverno. O local teria que ficar fechado devido a nevasca e por isso precisavam de um zelador para cuidar dali. Então o problema começa quando Jack, que estava confiante de que o isolamento não causaria problema algum para sua sanidade, surta e começa sua caçada no hotel enquanto as vozes, ou melhor, os próprios fantasmas do local começam a persuadi-lo para matar a mulher e o filho. Acho que resumi legal para vocês então bora dar uma de Capitão América agora.


MÚSICA


  


MUDVAYNE — DULL BOY: O nome da música já diz tudo, né gente? Sou muito, mas MUITO suspeita para citar Dull Boy do Mudvayne porque, quem me conhece, sabe que fora o Mushroomhead, eu super amo o Mudvayne. Quando baixei o album A New Game, deixei no aleatório e então veio o trecho: "All work and no play makes me a dull boy", senti arrepios bruscos com a referência ao que sr. Torrance escreveu na máquina de escrever dele. No vídeo o Chad também entregou sua sanidade, mostrando como estaria a cabeça de Jack caso ele tivesse sido internado.

MUDVAYNE — IMN: Em IMN, fora a letra falar sobre entregar os pontos de viver e cometer o famigerado suicídio, tem um trecho bem amorzinho com o clean vocal do Chad: "All work and play makes me feel, all work and no play makes me sad!". Fala se o homem não é fã de The Shining, hein?

ICE NINE KILLS feat SAM KUBRICK — ENJOY YOUR SLAY : migos e migas, segurem minha mão porque tô tremendo mais que vara verde que o normal. Vim atualizar o post com essa música porque né, lançou mês passado e ela não poderia ficar de fora. Primeiramente, que lyrics, QUE LYRICS. Apenas escutem.

     

30 SECONDS TO MARS — THE KILL: Quando o vídeo na MTV eu corri toda empolgada para contar ao meu grupo da escola, auto denominado Inferninho, que tinha uma música que havia amado mas que era fora do Metal e eles ficavam falando que me perderam para os emos. Com muito carinho, — mentira, foi a força mesmo — expliquei que curti porque era uma versão atualizada de O Iluminado e foi aí que consegui a atenção dos migos e migas from hell. Eu escutava essa song em alto volume no discman e 30 Seconds To Mars estreou muito bem com essa apostada cult de The Shining porque até hoje o Entendi a Referência para esse clipe é 100% ligado. Obrigada, Jared Leto, por The Kill.

SLIPKNOT — SPIT IT OUT: Acharam que eu havia esquecido, né? Slipknot também presta homenagens a obra do Kubrick. O vídeo é literalmente incorporado ao filme porque logo de cara vemos o nome da banda escrito de traz para frente bem como Danny escreveu REDRUM na porta com o batom da Wendy. Depois tem Joey como Danny Torrance, Chris e Shawn como as gêmeas Grady, Corey como Jack Torrance, Mick como Lloyd, Craig como Dick Hallohann, Paul que copiou o Pig Benis do Mushroomhead sim como Harry Derwent, Jim como Wendy Torrance e Sid como cadáver na banheira. Ufa! Tem como não se emocionar com esse vídeo?

SERIADOS




SUPERNATURAL S10 E03 — "SOUL SURVIVOR": Nada como Supernatural para ser de exemplo como uma chuva de referências para tudo quanto é filme de horror. E esse é um dos motivos por eu ser essa louca hunter apaixonada pela série, os caras estudam a finco para cada episódio feito. E na S10, aquela em que Dean vira um demônio aka Portador da Marca de Cain, Sammy Moose Winchester leva Dean para a bat caverna dos Men Of Letters para curá-lo com sangue humano que nem aconteceu com tio Crowley. Aí acontece a perseguição dos irmãos pelo corredor do bunker e Dean quebra a porta por completo com um martelo ao invés do machado que Jack usa. Só faltou o Here's Johnny. Os produtores falaram que a cena foi proposital para que os fãs do horror clássico pudessem se identificar. Eu surtei pouco né.

SUPERNATURAL S02 EP11 — "PLAYTHINGS" : E não fica por aí não, agora vamos voltar ao comecinho da saga dos Winchester. Em Playthings, hotel com 24 quartos, piscina e coisas mortas. As referências ao filme The Shining acontece praticamente todo o episódio. A começar por Dean e Sammy ficarem no quarto 237, as meninas gêmeas, o piso por todos corredores da pousada são semelhantes a que seria o carpete em que Danny brinca e a cena em que Dean vaga pela pousada para falar com Sherwin, lembra uma cena do filme, vocês sabem qual.
Ah! O Quarto 237 também foi referenciado em S01 Ep18, "Something Wicked".


SCREAM QUEENS S01 EP05 — "THE PUMPKIN PATCH": Nesse episódio temos Channel #5 com seus dois namorados gêmeos, Rodger e Dodger, numa réplica exata do Labirinto Hedge só que carregado de gelo bem como acontece nas cenas finais de The Shining, aquela onde Jack é encontrado congelado depois de tanto caçar Danny, e falhando óbvio. A morte de Dodger é como a de Jack, sentando e congelado, porém com as tripas de fora. Cara, esse episódio é uma delícia. Inclusive Dead of Summer e Scream Queens é mil vezes que Scream, por favor.


ANIMAÇÕES/GAMES/FILMES


   

Quem tem tv por assinatura sabe que o que não faltam nas programações são episódios dos Simpsons mas o fato é que ao decorrer das seasons chove referências não só aos grandes nomes do horror mas sim a seriados e até clássicos do cinema. E isso aconteceu naqueles episódios de "Treehouse of Horror", no qual são os meus favoritos, onde tem uma paródia em homenagem a The Shining muito boa por lá.

Ah, esse curta fofo dos Bunnies encenando The Shining que não podia deixar de fora já que é um amorzinho puro. E tem também...

Essas Little Sisters, não sei porque salvei elas.

  • Os Tweedles de Alice in Wonderland, do Tim mestre Burton, também foram baseados nas Gêmeas Grady de The Shining. Burton já deixou bem claro que é fã e por isso quis fazer sua versão
  • Em Angry Birds, o filme, os porcos aparecem fantasiados de Gêmeas Grady de The Shining;
  • No filme Twister, temos várias cenas de The Shining aparecendo num telão de cinema de estacionamento antes do furacão chegar acabando com as coisas;
  • No game Bioshock, as Little Sisters são todas versões infectadas das Gêmeas Grady, só que tocando o terror em Rapture. Nada melhor que enfiar várias garotinhas assassinas numa cidade submersa em homenagem a The Shining, por isso que são uns cão umas pragas essas gurias;
  • Temos citações de The Shining até em Toy Story como o chão da casa do Sid ser o mesmo em que Danny brinca. Bem como as placas dos carros que vem com a abreviação RM 237, referente ao quarto que deveria ser evitado. Vários itens nomeados com RM 237 ou Overlook aparecem no filme também. O produtor também revelou que era fã de The Shining.

Inclusive olhem esse post do The Pixarist sobre Toy Story e O Iluminado — www



Well, tem inúmeras outras referências de O Iluminado espalhadas por aí que vai de filmes até livros, animações, comerciais de tv. O que Kubrick fez, além de imortalizar seu nome, foi dar um rosto para a obra magnifica de Stephen King, o mestre do terror. Se bem que o próprio King não aprovou NADA a versão do diretor, li por aí que por ele ter modificado o final fez com que o escritor torcesse o nariz para o filme. E com razão, fala sério, já que até o hotel usado no filme é considerado impossível pela planta, pela filmagem e pelo local em si. Gosto do filme e amo o livro. E convivemos muito bem juntos. É isso pessoal, se conhecerem algo mais referente a The Shining deixem aqui nos comentários para que eu possa adicioná-lo a lista também. Um beijo e um queijo. ♥

INSTAGRAM || TWITTER

11 comentários:

  1. Priscila ainda não assisti o filme O Iluminado, mas pelo que vc falou ele é bastante interessante, pois gosto de filmes com ar de suspense, terror, fantasmas e também o Stephen King é sensacional. Vc trouxe muitas referências bem legais do O Iluminado, agora fiquei bem curiosa pelo filme, Priscila bjs.

    ResponderExcluir
  2. oi!
    Eu comecei a assitir American Horror Story mas deposi parei, não gostei muito. E The Vampire Diaries confesso que nunca tive vontade de ver um ep.Mas amo SUPERNATURAL <3
    Adorei as escolhas das bandas ;)
    bjo

    ResponderExcluir
  3. O iluminado é ame ou deixe-o hehe Eu assisti ao filme há tempos e somente quando lançaram o Dr. Sono resolvi pegar o livro pra ler e depois, obviamente, assisti o filme novamente heheh. Sou do tipo que quando gosto quero saber tudo, de modo que muitas dessas referências que vc comentou eu já conhecia. As das animações são d+. Tem um documentário bem legal tb - Room 237: O que você não viu em "O Iluminado". Simplesmente adorei o post. Ah, ainda nao assisti o American Horror, preciso fz isso.

    *☆* Sorteio rolando no blog. Participem. *☆*

    ResponderExcluir
  4. Eu assisti a esse filme O Iluminado.A sena que ele fez com um machado esta cena me faz sentir mal por Shelley Duvall. Esta cena levou três dias para filmar, porque Stanley Kubrick era um perfeccionista total, então eles tiveram Jack Nicholson quebrar cerca de sessenta portas com Shelley reagindo a cada vez. Também Kubrick disse a todos para ignorar Shelley e não lhe dar nenhuma simpatia, a fim de induzir uma sensação de desamparo nela.
    Este ator, fez movimentos oculares, sorri, a maneira como ele fala, ele realmente parece um assassino serial psicopata. Então o terror dele nesta cena é um dos filmes com a cena fortissimo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Priscila, tudo bem?

    Ainda não assisti "O Iluminado" e não pretendo fazer isso, meus pesadelos já são reais demais para eu enfiar mais um na conta. Não gosto dessa pegada de terror/suspense, pois não me agradam como gênero. No entanto, seu texto ficou muito bem produzido e conseguiu ser claro na mensagem que desejou passou. Você expôs os pedaços de "O iluminado" que existem por aí de forma muita clara. Parabéns! Post muito bem construído!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensa que legal se em cada blog que eu for eu comentar que não gosto das coisas que postam? Independente de gostar ou não do gênero, há apenas R E F E R Ê N C I A S do filme/livro na cultura popular. Só.
      Desisto da blogosfera.

      Excluir
  6. oi, eu não assisti, mas confesso que gosto muito de filme de terror, só que não tenho netflix e nem uma outra tv por assinatura :( para assistir séries e filmes legais. Gosto muito quando você indica músicas nos posts. Pela pesquisa super completa que você fez do "O Iluminado" parece ser bom. Já quero assistir.

    http://fabiisanto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Já vi o filme e posso comprovar tudo o que você disse! Fez-me voltar a relembrar de todos os minutos que bem apreciei

    ResponderExcluir
  8. Oláaaa, eu nunca assisti O Iluminado, e não sei muito bem do que se trata, mas se fala de terror eu já amei. Eu estou louca pra ler qualquer coisa do King, ele é tão bem falado que eu preciiisooooo ter algo desse homem na minha estante. E quanta referencia do iluminado por ai, nunca tinha reparado. Adorei!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  9. Nunca assisti o iluminado, e não tenho interesse. Os episodios citados de sobrenatural eu assistir pois amo esse series.

    ResponderExcluir
  10. É um filme incrível, a atuação do Jack Nicholson é incrível, a do resto do elenco tbm é ótima,assisti esse filme pq meu filho recomendou e disse q era de terror, e apesar de n gostar muito do gênero,sou curiosa e assisti. Senti medo sim kkkkk,mas gostei bastante, uma obra prima do horror/terror no cinema.

    ResponderExcluir

1. Espalhe amor, e não ofenda.
2. Diga ao Stitch, do Mushroomhead, que a boca dele está muito longe da minha.
3. Leia o post todo antes de comentar, não desvalorize o trabalho de quem criou.
4. Deixe seu bróguinho para eu visitar.
5. Assistam Black Sails, irão se apaixonar. ♥